Exposição Túnel do Tempo do Design Gráfico no Brasil

Recém mudada para São Paulo, tenho aproveitado os fins de semana para conhecer a cidade com programas turísticos, sempre que possível, relacionados a cultura e design. Foi exatamente isso que me levou até a exposição Túnel do Tempo do Design Gráfico no Brasil, no (belíssimo!) Sesc Pompéia, com a curadoria de Chico Homem de Melo e Elaine Ramos.

Na exposição o visitante percorre mais de 200 anos de história, por meio dos artifícios utilizados por capistas, ilustradores, artistas e designers para representar ou transgredir suas épocas. É possível perceber de maneira muito clara o paralelo entre as linguagens utilizadas pelos comunicadores e o que se desenrolava naquele período.

foto2

A linha se estende desde o início do século XIX até os anos 2000, já que, segundo os curadores, seria necessária uma exposição inteira dedicada a esses 14 anos para cobrir adequadamente o conteúdo visual produzido no período. Isso se deve, dentre outros motivos, à facilidade com que as ferramentas de edição e criação são encontradas atualmente, estando à disposição de quem interessar. E aí não pretendo entrar na seara das vantagens e desvantagens trazidas pelo acesso à tecnologia, para o design especificamente. Mas cabe aqui uma reflexão levantada pelo próprio Homem de Melo em entrevista à Folha de São Paulo (link aqui): “Cada vez mais o projeto começa e termina na tela”.

Livros são lançados em prateleiras virtuais. Músicos lançam seus álbuns em plataformas online, enquanto os discos físicos assumem papel de produtos de nicho. Cartazes, em sua maioria, são itens de colecionadores. Até no dia-a-dia aqui da Eólica, percebemos que alguns clientes já enxergam o impresso como um material destinado a causar um impacto maior sobre o consumidor final. Claro que a sustentabilidade agradece a utilização cada vez menor dos recursos naturais como suportes de comunicação. Mas, como um genuíno fruto dessa geração Y, consumidora assídua de conteúdo digital, confesso que ver todos aqueles pôsteres impressos em tamanho original, todas aquelas capas de livros na vitrine, que utilizavam recursos de impressão tão ricos e requintados para as épocas às quais pertenceram, fez brilhar meus olhinhos de designer e sentir nostalgia de um tempo que não vivi.

TÚNEL DO TEMPO DO DESIGN GRÁFICO NO BRASIL
QUANDO
até 26/10
terça a sábado, 10h às 21h
domingos e feriados, 10h às 19h

ONDE
Área de convivência do Sesc Pompéia
Rua Clélia, 93, São Paulo/SP

QUANTO
Grátis

Por Rafaela Calheiros, designer na Eólica

Categorias: Cultura, Notícias

Deixe uma resposta

*